Wings – Legacy (S01E01)

Joe, piloto que trabalha no aeroporto fictício “Tom Nevers Field”, está para partir com o avião quendo recebe uma encomenda o advogado que está cuidando da herança do seu pai. O pacote, porém, só pode ser aberto na presença de seu irmão, Brian, com quem não fala há mais de seis anos. Helen, que trabalha na cafeteria, insiste para que Joe ligue para seu irmão e o chame para abrirem o pacote.

Quando Joe finalmente cede, Brian aparece no aeroporto para conversarem. Ele é do tipo que não estánem aí par anada, o contrário do irmão. No tal do pacote há uma chave de um cofre e eles acham que ficaram ricos. Dentro do cofre há uma outra chave, de um guarda volumes de uma agênca de correios, em outro estado. No meio da viagem, Joe descobre que Brian não está trabalhando e que quer um emprego no aeroporto. Seis chaves depois, eles encontram… mais uma chave, mas dessa vez, sem identifcação. Ou seja, uma chave que abre algo que eles não fazem idéia do que seja.

Fay, a recepcionista, reconhece a chave – é de um dos armários do próprio aeroporto. Dentro do armário, há uma mala. O pai deles os deixou uma surpresa!

A série é um daqueles sitcons dos anos 90, cheia de piadinhas e que recorre à famosa claque. Como todo piloto, faz a apresentação dos personagens e da história. Wings foi ao ar entre 1990 e 1997 e tem no elenco Tony Shalhoub, Timothy Daly, Steven Weber, David Schramm e Amy Yasbeck.

A Bit Of Fry And Laurie – S04E03

O início é engraçado. Fry está de mulher, dando uma daquelas “entrevistas”, quando o Hugh, também de mulher, chega e começa a reclamar. Eu sempre acho as cenas dele de mulher reclamando engraçadas mas enfim.

Eles começam o programa dando boas vindas em várias “línguas” e logo apresentam os convidados. E um deles é a Imelda Staunton (que tem que subir na mesa para cumprimentá-los)!!!

Hugh está bebendo, desiludido com a mulher e Fry, o barman, fca completando suas frases (uma coisa meio “A praça é nossa”, mas até meio engraçada).

Fry está tentando contar algo muito importante para Imelda, mas é sempre interrompido.

O musical fica por conta de “Little Girl”.

O mais legal é Fry dando ataques histéricos enquanto prepara uma salada! O game show em que os convidados têm que descrever palavras e expressões sem dar duplo sentido também é hilário!

O final como sempre, com Fry prearando um drink enquanto Hugh toca piano. Fry “cutucando o nariz” enquanto se prepara é meio nojento, mas engraçado.

Remington Steele – Tempered To Steele (S01E02)

Laura está irada porque Steele está em um caso há dias, gastando uma fortuna, e não dá sinal de vida. Ela cancela seus cartões e cheques e ele vai que nem um doido para a agência saber a razão. Mas Laura não está lá, está em um hotel com um cara, fazendo uma investigação. Claro que ele estraga todo o plano e investigação e tudo o que tem direito.

De volta à agência, um cara vai procurá-lo com um caso. Ele diz que não se envolve pessoalmente nos casos, mas quando ele lhe oferece um cheque de 25.000 dólares, a coisa muda de figura. Steele vai “visitar” um antigo amigo e lhe pede um favor, para lhe ajudar na investigação. Ela manda instalar um super alarme anti roubo na casa do cara, que é arrombada na mesma noite. E seu amigo, morto.

Eles vão parar em um bairro daqueles bem “barra pesada” para tentar obter alguma informação, mas não conseguem muita coisa. Então vão para o hotel em que o cara que teve a casa arrombada (e quer processar a agência) está hospedado. E Steele usa todos os seus “dotes” como ex ladrão para coletar informações e ajudar Laura a resolver o caso.

A Bit Of Fry And Laurie – S04E02

Hugh está no meio da rua, dizendo que ali era sua casa, relembrando os lugares, falando sobre seu cachorro que tinha morrido e sido enterrado ali, quando ele levanta um pedaço da pedra da calçada, de lá sai o tal cãozinho…

Após a abertura, que é a paródia do comercial de perfume (depois da primeira vez fica meio sem graça, mas tudo bem), aparece o Hugh com a cabeça enfaixada e Fry dando as boas vindas, dizendo que o público terá “another evening of light comedy, heavy sarcasm, medium-weight conversation, and good, rocking sex” (não preciso dizer mais nada). Então explica o porquê do Hugh estar com a cabeça enfaixada.

Fry, caracterizado de “Mrs Stephen Fry” (o pessoal do Twitter vai entender), está em uma cabine, dessas que tiram fotos instantâneas, procurando a descarga, Hugh de guarda dançando no meio da rua (isso sim é engraçado!).

Quando vão apresentar os convidados do programa, eles ficam implicando com a moça, dizendo que ela não sabe cantar, atuar, dançar etc. Eles perguntam a ela qual “blooper” ela já viu e achou o melhor. E eles mostram os dois apresentando um jornal e Fry tem um ataque de tosse, até cuspir sangue na cara do Hugh (hum…).

Hugh apresenta um quiz show que mostra que os inlgleses são os mais burros da Europa.

O musical fica por conta da conhecida “I’m in love with Steffi Graf”

Os dois convidados ouvem uma fita, e tentam por em prática, os conselhos de Fry para melhorar a vida sexual do casal. Uma das melhores esquetes do episódio!

Hugh entrevista um fascista (e diz que se fosse homossexual, sairia com ele). Esquete fraquinha, mas tá valendo.

Eles estão no hospital e Hugh é… a enfermeira. Fry é o médico que diz ao paciente que há um coração disponível para o transplante que ele precisa, mas ele é fumante, o que pode complicar as coisas.

Esse episódio foi um dos mais fracos da série. Não sei se a dupla não estava inspirada ou se as piadas não me agradaram. Acredito que essa história de trazerem convidados não tenha colaborado muito.

A Bit Of Fry And Laurie – S04E01

O programa começa com uma paródia aos comerciais de perfume. Bem sacado!

Hugh está pensativo e Fry pergunta o que há. Ele está depressivo, achando que sua vida está cinza, não acredita nas pessoas, o mundo está uma droga, etc etc etc. Fry tenta animá-lo. “Look at you, you’ve got a lovely wife. Well, you’ve got a wife (muito bom!). You’ve got a very pleasant house, three loving goldfish…”. Mas no fim das contas Hugh acaba convencendo Fey de que a vida é uma droga…

Eles apresentam os convidados do programa, que farão os personagens secundários.

Ao chegar em casa, a mulher descobre que Hugh matou os sogros a facadas (hilário!!!! o velho “morto” respirando é o melhor). Como, segundo eles, a esquete não foi assim tão engraçada, eles decidiram criar um sistema em que o telespectador pode reclamar da má qualidade da piada.

Fry discute com o convidado sobre o olfato ser um sentido renegado, abandonado.

O musical fica por conta do Hugh cantando a já famosa “All we gotta do is…”.

Fry tenta vender aparelhos para quem não quer sair da frente da TV nem para ir ao manheiro (eca!).

Hugh tenta se matar, deseja nunca ter nascido e Fry, um anjo, atende seu pedido. Ele mostra como seria a vida se ele não tivesse nascido mesmo.

E eles não desistiram do encerramento com drink e piano.

Jeeves and Wooster – Sir Watkyn Bassett’s Memoirs (ou Hot Off the Press) – S03E05

Bertie chega com uma partitura para treinar no piano e Jeeves diz que há um recado para ele. De uma moça, que diz que vai ligar depois. Bertie, então, diz que a moça é sua noiva (esse povo fica noivo com uma facilidade nessa série). Jeeves fica meio desapontado com a notícia (e aí eu me pergunto, tem como não shipar?). Quando a moça aparece, a gente entende o porquê. Ela já chega reclamando da música de Bertie e diz que ele tem que pegar os manuscritos de um livro de memórias que seu tio pretende publicar, para impedir que ele o faça.

E lá vai Bertie para a casa do homem tentar cumprir sua obrigação. Lá encontra Madeline, que lhe pede a mesma coisa. Ou seja, o cara parece que vai revelar coisas que as pessoas querem esconder. Bertie descobre o segredo do cofre, e pede a Jeeves que vá fazer o trabalho sujo, mas ele, claro, se recusa.

Então Bertie junta coragem, espera todos dormirem e vai. Quando está quase no escritório, vê o pai de Madeline tentando quebrar o cofre com uma marreta, pois o próprio dono do cofre esqueceu o segredo. Bertie o impede e diz que sabe a combinação do cofre, mas, para varia, ele esquece. Ao tentar quebrar o cofre com a marreta, o pai de Madeline dispara o alarme da casa. E lá vai o plano infalível para o espaço. Junto com o cofre, que teve que ser arrombado com dinamite, mas os manuscritos permaneceram intactos.

Com muito custo, Bertie consegue pegar os manuscritos, mas Gussie dá com a língua nos dentes e a coisa não fica nada boa para o lado de Bertie. Graças a uma ajudinha de Jeeves, Bertie escapa e os manuscritos chegam ao destino.

Jeeves and Wooster – Bertie Takes Gussie’s Place at Deverill Hall (ou Right Ho! Jeeves) – S03E04

Madeleine despacha Gussie para a casa de Bertie, que está treinando golfe (dentro do apartamento, acertando as bolinhas em um vaso), quando tia Agatha exige a prensenca dele em seu apartamento. Ela quer que Bertie case com a filha de uma de suas amigas. Só que a moça já está noiva de um dos seus amigos.

Gussie está morrendo de medo, para variar, pois deve encontrar a família da noiva e quer causar uma boa impressão. Então, Bertie assume o seu lugar no dia da visita. Para começar, ele chega atrasado. E a tia da moça não parece nada amigável! E ela apresenta Bertie (pensando ser Gussie) a sua noiva, enquanto fala muito mal dele, coitado!

Jeeves tem a brilhante idéia de fazer Gussie se passar por Bertie. E dá-se a confusão.

A Bit Of Fry And Laurie – S03E06

Último episódio da terceira temporada.

Hugh é um vendedr de revistas que está meio irritado com as pessoas que colocam aqueles papéis que sempre caem de dentro delas.

Fry é um gay (mesmo?!?) que dá descaradamente em cima de Hugh (sério?!?!), que vai até ele respondendo a um anúncio que procurava modelos.

Hugh – Er, would you like to see my jumbo?

Fry – Nigel, I should like to see your jumbo very much indeed.

Hugh – There you are.

Fry – Nigel, this is a photograph of a large jet aeroplane.

Hugh – Oh, I’m sorry. I don’t know how that got in there. Er, there it is, there.

Fry – My, that is a jumbo, isn’t it?

Tem como não shipar uma coisa dessas?

Hugh trabalha em uma loja de artigos de mágica, mas nenhum dos truques parece funcionar muito bem. Os dois são dois velhos malas que vão a um restaurante e implicam com a garçonete. Fry é uma senhora que apresenta um programa de culinária de gosto meio duvidoso (e Hugh vai experimentar o prato e termina chamando pelo Wilson…). Hugh nos mostra sua coleção de cuecas.

E tem o musical do “The Bishop and the Warlord” (adoro o Hugh de calça de oncinha e cabelo comprido!!!), que são levados a julgamento por causa da letra da música. Hugh pilota um avião com Fry sem ter nenhum treinamento prévio.

E o episódio termina com Fry fazendo os créditos (em alemão) subirem enquanto roda uma manivela e come um sanduiche.

Jeeves and Wooster – Cyril and the Broadway Musical (ou Introduction on Broadway) – S03E03

Tia Aghata recomenda um jovem para que Bertie tome conta em New York, impedindo que ele tenha contato com o teatro. Claro que Cyril, o tal rapaz, joga fora o bilhete que deveria ser entregue. O cara mal chega na cidade e é preso. Ele liga para Bertie, mas como ele não conhece Cyril, nem dá muita atenção. Até que Jeeves diz que ele é um protegido de sua tia Aghata. Com Bertie não sabia do aviso da tia, leva Cyril para o ensaio de um musical. E ele ganha um papel. A cena de Bertie e Jeeves ensaiando a música da peça é feita de vitória!

Bertie está sendo retratado em um quadro e o pintor pede a sua ajuda para que seu tio não o obrigue a entrar no negócio de juta (mas o cara parece ter ganho muito dinheiro com isso, não sei como). E lá vai Bertie falar com o cara, mas, para variar, ele não se expressa muito bem e é expulso de sua sala. E Jeeves vem com a idéia para ajudar o amigo. Escrever um livro para crianças sobre pássaros no nome da noiva do anigo de Bertie, para que ela possa impressionar o sogro.

Cyril entra em turnê e leva Bertie com ele. Enquanto Cyril atua, Bertie cultiva um ridículo bigode!!! Quando ele volta, de chapéu de caubói e casaco de pele, Jeeves fica assustado com visual (vamos combinar, quem não ficaria?) e tenta de todo jeito convencer Bertie a se barbear decentemente. E, por fim, Bertie decide raspar o bigode porque percebe que jeeves não gostou.

Bertie vai jantar e vê que a noiva do seu amigo preferiu casar com o tio do amigo.