The Good Wife (S01E03) Home

Quando o filho de ex-amigos de Alicia a procura e diz que talvez precise de um advogado, Alicia precisa tomar uma decisão importante.

Por ter visto o menino crescer, ela se vê emocionalmente envolvida no caso, e mesmo sendo esse seu primeiro caso remunerado no escritório, ela pede para Will e Diane que outro advogado seja o principal.

Kenny Chatham a procura e diz que tentou invadir a casa de um amigo, à mando do próprio, para pegar um pacote de maconha, e quando não conseguiu entrar, tentou arrombar a janela e que quando estavam fugindo, o segurança do bairro os pegou, e ele fugiu correndo.

O problema é que o guarda aparece morto, e os amigos de Kenny dizem que foi ele que matou o homem e ele é preso por latrocínio. A firma então, para desgosto de Alicia, indica Cary para ser o defensor de Kenny, e ele tenta a todo custo acertar um acordo com a promotoria, porém enquanto Cary tenta a todo custo um acordo brando para o cliente, ( o cara, segundo Kalinda, nunca foi realmente a julgamento, só arrumando acordos para os clientes, o que deixa Alicia e quem assiste puto da vida) Alicia e Kalinda investigam a fundo as amizades de Kenny, o tempo que levou para ele chegar em casa correndo, e o tempo que demorou para chamarem a polícia.

Quando Alicia leva os filhos para visitarem os amigos no bairro onde moravam, (e onde mora Kenny e a família) mais ou menos no horário que aconteceu o assassinato, ela faz uma descoberta que pode inocentar o cliente.

Temos então um flash das memórias de Alicia, onde podemos ver que as duas famílias eram amigas, e ela diz para Kalinda que a família de Kenny foi a primeira a parar de falar com ela depois que os escândalos sobre Peter foram publicados.

No final, a mãe de Kenny diz a Alicia, no maior climão esatranho que vai ligar, para marcar um almoço com a família de Alicia, e que é para elas manterem contato.
Alicia então, diz que não, que ela não vai ligar e que elas não vão manter contato, e que está tudo bem do jeito que está. (Momento salvei a pele do seu filho porque eu vi o garoto crescer, mas você não vale a pena.) hehehe.

Falha Nossa: The Good Wife

No segundo episódio de The Good Wife tem um roteiro bem legal, MAS, não é por causa do roteiro desse episódio que ele ganhou destaque no nosso Falha Nossa.

Aqui nós temos Will Gardner, o sócio e chefe da Alicia, inquirindo a testemunha: repare na gravata dele: Azul clara, com detalhes em preto.

Agora note como “O outro Will” e o acusado estão vestidos:

E, 8 segundos depois, na MESMA CENA, em outro take, TADÁ!!!!

Não só “O outro Will” e o acusado trocam COMPLETAMENTE de roupa, mas Will também entra na onda e troca de gravata.

Aí, caro leitor, só posso perguntar: COMO FAZ, BIAL???

The Good Wife – Desnudado (S01E02)

Incrível como esse povo de séries esquece que nenhuma mulher em sã consciência dorme de maquiagem. Esse segundo episódio já começa assim. hehe

Cory intercepta Alicia assim que ela chega do escritório e fala sobre um programa que falou do marido dela e sobreela, mas Alicia não quer saber, mas ele diz que vai mandar o link de qualquer maneira.

Will chama Alicia para uma entrevista com uma mulher, que diz ter sido estuprada por um cara rico, e Will diz a ela que qualquer ação civil pode parecer oportunista.

Diane quer prosseguir com a ação, mas Will diz que vai tentar conversar com o advogado do rapaz, “O outro Will” e enquanto espera a ligação pergunta pra Alicia como ela conhece a cliente, Christy.

(curiosidade, não tem um episódio de TGW que não tenha um ator que já fez L&O, só neste episódio são 3)

Durante o almoço, “O outro Will” diz que conhece Alicia de algum lugar, e Will a apresenta ao amigo, eles falam sobre um acordo de US$ 450,000

Alicia pergunta pra Christy de onde ela a conhecia, e ela diz que foi da tv e achou que Alicia a entenderia.

Christy não aceita o acordo porque quer que todos saibam o que ele fez.

O mais engraçado é ver o rosto da Christine Baranski cheio de botox nem se mexer, estando Diane irritada, sorrindo ou tentando mostrar qualquer expressão facial.

Christy diz à Kalinda que foi acompanhante por um ano, e Will diz a Diane que a stripper dela era prostituta e ela pergunta: “Porque ela é MINHA stripper quando faz algo ruim?”

O novo DA quer falar com Alicia, por ela e Kalinda estão nos escritórios da polícia, e ele a irrita, dizendo que tinha mais coisas para soltar à imprensa sobre o caso do marido dela e ela manda ele mostrar tudo.

Zach pergunta para Alicia se pode ir ver o pai na cadeia e Grace pega as fotos que Childs (o DA) mandou para Alicia, e ela e Zach decidem não mostrar para a mãe.

Peter tenta passar informações sobre Childs pra ela, mas ela recusa, e pergunta a Peter como ele sabe que Christy é vitima de estupro e pergunta a ele Christy já dormiu com ele.

Alicia descobre que a esposa do motorista de Christy trabalha na empresa, mas o fato não tem nada a ver com o caso, e Will acaba com cara de idiota no tribunal.

No escritório, Will pede que Diane apareça no tribunal só pra lembrar o juiz do quão liberal ele é, e Alicia pede desculpas a Will. (Adoro a relação Alicia/Will, bem que podia rolar um casal aí.)

No meio do caminho, Alicia tem seu momento “House” e descobre como resolver o caso. hehehe

Só que o tiro sai pela culatra e então, procurando pela outra stripper que estava na noite do crime, Will e Alicia vão ao hotel onde McKenon estava na noite do crime para tentarem pegar a lista de uso do telefone e acabam encontrando uma amiga de Will, que acha que ele e Alicia estão juntos.

Durante sua inquirição, Will estabelece que Mckenon pagou para Maura, a outra stripper para ela não dizer nada a ninguém.

Com a pulga atrás da orelha, Alicia pergunta para Christy de onde ela conhece Peter, e ela diz que nunca viu pessoalmente o marido de Alicia.

Sem uma prova cabal (o DNA do acusado) o juiz Albernethy dá o caso para o acusado, mas a promotoria pública toma uma atitude que surpreende a todos.

No final do episódio, Alicia coloca os filhos pra dormir e finlmente vai ouvir, pela primeira vez, a gravação do marido fazendo sexo com a prostituta Amber.

The Good Wife – Pilot (S01E01)

Alicia Florrick, esposa do Procurador Geral de Justiça de Michigan, Peter Florrick, nos é apresentada, durante uma entrevista coletiva do marido, na qual ele diz que está deixando cargo por causa das denúncias de corrupção, abuso de poder e sexo.
(o que afinal, é assunto recorrente em séries com persogens em altos cargos públicos, veja recentemente Law & Order).

Seis meses depois, nós vemos Alicia em seu primeiro dia de trabalho, no escritório de advocacia “Stern, Lockhart & Gardner”, e ela acaba ficando com um caso pro bono, dado à ela por seu antigo amigo de faculdade, e um dos sócios do escritório, Will Gardner.

Neste episódio, conhecemos todos os personagens da série, Cary Agos, o novo associado, que concorre a uma vaga nos sócios com ela, Kalinda Sharma, a investigadora do escritório, que já trabalhou com Peter e é o braço direito de Alicia dentro do escritório, Diane Lockhart, uma das sócias da firma, que pega no pé dela nos primeiros episódios, e os filhos de Alicia.

O caso que ela herda de Diane para defender, é de uma mulher acusada de assassinato do marido, que no primeiro julgamento, Diane conseguiu deixar o júri num impasse, e avisa à Alicia para continuar com a mesma linha de defesa para que outro impasse seja conseguido, fazendo assim com que sua cliente seja obrigatóriamente absolvida.

Ao conversar com a cliente, Alicia acredita que ela não estava no estacionamento na hora do crime, pois ela diz que houve um assalto à um carro, porém, o segurança do shopping onde o crime aconteceu, jura que não viu assalto nenhum e as fitas das câmeras de segurança comprovam o que ele disse, pois o mostram rondando o estacionamento na hora do crime.

Alicia então, enfrentando o preconceito do juiz do caso e as provocações do promotor, decide seguir sua própria linha de defesa, o que primeiramente deixa Diane irritada, e faz com ela tente retirar Alicia do caso no final do dia, portanto se Alicia não descobrisse o que houve realmente na noite do crime e provar que sua cliente é inocente, ela perderia seu primeiro caso no escritório.

Com um final que surpreende pela forma como Alicia resolve o caso, The Good Wife mostra que é uma série que veio para ficar, e os índices de audiência fomentam meu comentário, já que a série, que mal chegou na metade da 1ª temporada, já foi renovada para uma próxima temporada.

Ótimo elenco, excelente roteiro, e participações especiais excelentes. The Good Wife, uma série que vale a pena assistir. No Universal Channel, segundas, às 23 horas.