Soltando o verbo – Hugh Laurie

“Eu me preocupo em criar os filhos à distância. Mas eles estão ok quanto à isso. Deve ser porque eles são ingleses e não revelam seus danos psicológicos até chegarem aos quarenta”

Sobre deixar os filhos na Inglaterra enquanto grava “House” nos EUA.

Soltando o verbo – Stephen Fry

“Esses caras podem interpretar personagens gays e são muito valorizados por isso. As pessoas dizem ‘Nossa, como você foi corajoso. Deve ter sido muito difícil pra você’. Não seria difícil para mim beijar uma mulher. Eu beijo um sapo se você quiser. Então por que é tão complicado um homem beijar outro homem? Difícil é andar de bicicleta virado de costas e de marcha ré. Beijar alguém não é difícil”.

Sobre o fato de atores homossexuais não serem chamados para papéis hetero no cinema.