The Emmy Awards 2009

Ok, Já que a Chris fez a postagem digna sobre o Emmy de ontem, agora eu posso soltar o verbo, descascar o abacaxi, descer o sarrafo. hehehe.

Que fique bem claro que tudo que está esrito aqui são as MINHAS opiniões, bastante influenciadas pelo fato de eu ser muito fã de House, ok?

Os Prêmios do Emmy deste ano foram uma grande piada. Como diria Ashton Kutcher, “You’ve been punke’d, bro.” Sim, a grande maioria do público que assistiu ontem a entrega dos prêmios se sentiu enganado. Mas antes de começar a chorar o leite derramado, vamos falar dos prêmios merecidamente distribuídos.

Kristin Chenoweth levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia por Pushing Daisies. E é nessas horas que se mostra a ironia da Academia. Deixaram a série acabar para reconhecerem a qualidade de seus atores. Foi emocionante ouvir o agradecimento dela;

Ellen Burstyn, por sua participação em Law & Order: SVU como a mãe bipolar do Detetive Stabler. Suas cenas foram realmente emocionantes, mostrando todo o talento da atriz. Merecido!

Michael Emerson, como Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática por Lost também foi muito bem premiado, assim como Cherry Jones por 24 Horas.

Agora vamos descascar o abacaxi.

Mad Men como melhor série Dramática?? Really?? Really?? Mad men ganhou de House, com todo aquele drama digno de Manoel Carlos no final da temporada, com o House alucinando, a 13 com a doença,o Kutner se matando… REALLY???? Fala sério, Academia.

Bryan Cranston ganhou de Michael C. Hall de Dexter e Hugh Laurie em Melhor Ator Dramático? Odeio todos vocês jurados do Emmy!

E isso vale para a premiação da Glenn Close. Ela é uma excelente atriz, extremamente talentosa, uma diva. E eu não ouso falar nada menos disso dela mas, a Sally Field e seu dramalhão familiar merecia ganhar, ok?
(Tudo bem que eu estava torcendo desesperadamente pela Mariska Hargitay, mesmo sabendo que era quase impossível dela levar, pois SVU não permite que ela explore todo seu potencial dramático muito além do que é mostrado na série. Infelizmente.

Em série de comédia, 30 Rock levou,- mais uma vez.- e Alec Baldwin ganhou como Melhor Ator em Série de Comédia, que na minha opinião não são tão engraçados assim, mas como a série faz piada de uma produção de uma série de TV, vem ganhando os jurados do Emmy ano após ano.

Entre Tina Fey – que estava te seduzindo com um vestido preto maravilhoso e um excelente penteado – e Toni Collete por “United States of Tara”, eu pessoalmente escolheria a Tina.

Agora sobre Jon Cryer… Prefiro NÃO comentar, tá jurados do Emmy?!?!

Eu ia falar sobre o evento em si, mas esse post vai ficar IMENSO se eu fizer.

Só uma coisa, Neil Patrick Harris ARRASOU como mestre de cerimônias, tanto que até a Sara Hess falou: “Neil cantou uma música maravilhosa de abertura, que eu acho que foi entitulada como “Fo**-se você,Ryan Seacrest.”
HAHAHA.

Atriz de Pushing Daisies vira modelo para duas revistas

Anna Friel, a Chuck de Pushing Daisies, estampa a capa da Vanity Fair britânica desse mês.

A atriz também aparece fazendo topless no recheio da publicação, em fotos belíssimas, cujo ensaio teve como tema pérolas. Anna posou com jóias de pérolas.

Ela também posou para um ensaio para a também britânica Glamour, fazendo um estilo mais bem comportado.

Confira as fotos:



David Arquette participará de "Pushing Daisies"

Com o final de Dirt, não foi só Courteney Cox que ficou desempregada. Seu marido também.

E os dois já têm a próxima aparição na telinha garantida. Assim como a ex-Friends, que arranjou uma participação especial em Scrubs, o ator e diretor David Arquette estará em Pushing Daisies.
Ele deve aparecer como convidado especial no quarto episódio desta segunda temporada da série, intitulado Freshcorts.

Quem descreve o personagem é Bryan Fuller, criador da série que conta a história de Ned, um confeiteiro que tem o poder de devolver à vida as criaturas com o toque de sua mão.

Enquanto investiga um assassinato, Ned se depara com Randy Mann, um cara muito esquisito que tem um segredo, um talento muito especial que o leva até o vendedor de tortas.

http://estrelando.uol.com.br/interna/interna_30863.htm