Lip Service – S01E04

Tess e Frankie estão de mudança. Frankie vai ao apartamento buscar coisas que Tess deixou para trás e dá de cara com Sam pelada no banheiro. Fica claro que ela ainda sente algo por Cat.

O chefe de Cat começa a tratá-la diferente desde que descobriu que ela saía com uma mulher.

Frankie e Tess chegam no apartamento novo e ele não podria ser melhor. Porém, o fato de ter descoberto su acertidão deóbito a deixa muito para baixo.Ela vai conversar com Cat e as duas cogitam a possibilidade de, na verdade, sua tia ser sua mãe verdadeira. Cat pede a Sam que investigue o passado de uma tal de Alma Carter e descobre que ela pode ser sua mãe e era uma ladra.

Tess está em um site de encontros e uma moça se interessa por ela. Quando vai para o encontro, a tal mulher é casada e o marido se junta para assistir ao amasso.

Frankie vai falar com o tio e, após a conversa tensa, resolve se matar, mas seu casinho, a corretora, acaba impedindo.

Lip Service – S01E03

Frankie resolve ficar em Glasgow por uns tempos e dividir apartamento com Tess. Ela também arruma um emprego de fotógrafa no escritório de Cat.

Tess está toda empolgada com a namorada, ainda mais quando é beijada em público. Para variar, ela lhe dá outro bolo. Então elas se encontram e a atriz assume que prefere ser a amante de um cara do que ter que sair do armário.

Frankie vai atrás do endereço para o qual seu álbum teria sido enviado. Ela acha o local meio “estranho”, mas não diz nada (e também não encontra o tal álbum). Porém, mais tarde, ela encontra a “sua” certidão de óbito.

Lip Service – S01E02

Tess está com a atriz – a que se diz hetero e não quer assumiro namoro das duas. Ela faz com que a menina lhe consiga um emprego em seu programa de tv. E não dura três dias.
Frankie vai ao enterro da tia e tem que liar com os olhares e todo tipo de reprovação de sua família. Ela, claro, extravasa sua dor da pior maneira possível.
Kate é assaltada, corre atrás do garoto, dá uma coça nele e vai parar na delegacia onde a policial com quem tinha saído uns dias antes trabalha. Elas acabam conversando e marcando um novo encontro.
Tess chama a namorada para jantar em casa, mas, como era de se esperar, ela não aparece e Tess fica arrasada.
Frankie descobre que sua tia enviou seu álbum de fotos para alguém, mas que ela não autorizou a advogada a dizer para quem. Ela pede um cara para lhe ajudar a descobrir. Ele rouba o endereço, ela vai até lá, mas não consegue lá muita coisa.

Lip Service – S01E01

Frankie, uma fotógrafa de Glasgow, que mora nso EUA, está fotografando uma modelo, quando decide que é hora de encostar a moça na parede. Durante o amasso ela recebe um telefonema avisando que sua tia havia morrido. Claro que isso não a impede de continuar o que estava fazendo.

Quando chega em casa escuta uma mensagem deixada por sua tia na secretária eletrônica pedindo que ela voltasse. E lá vai ela.

Em Glasgow, Cat, sua ex está em um site de encontros e teme em aceitar um convite para sair, pois ainda não superou a fotógrafa, que resolve aparecer bem na porta do seu trabalho.

Karen, que divide o apartamento com Cat, precisa de um vestido seu para uma audição e vai até a casa da ex buscar. Claro que ela escolhe entrar pela janela em vez de bater à porta. A ex chega e ela descobre que estava sendo traída antes delas terminarem.  Nem preciso comentar o desastre que acontece na audição depois disso.

Cat vai a um blind date mas não consegue tirar Frankie da cabeça – e isso acaba com seu encontro.

Acontece que Frankie é daquelas pessoas que não conseguem se manter em um relacionamento sério. E ela gosta de Cat – só não consegue levar o namoro adiante.

Nova Série – Lip Service, a Homossexualidade Feminina na Escócia

Os fãs que ficaram órfãos de “The L Word” poderão ter a chance de acompanhar uma nova produção que trata das relações homossexuais do universo feminino. Criada por Harriet Braun, de “Mistress”, a primeira temporada de “Lip Service” tem seis episódios encomendados e estreia marcada para o dia 12/10 no canal BBC3.

Filmada em Glasgow, na Escócia, a série tem como base as experiências da autora e de suas amigas, transpostas para a telinha com o objetivo de explorar os diferentes aspectos da intimidade homossexual de jovens mulheres.

Na história, Frankie (Ruta Gedmintas, vista em “The Tudors”), uma irreverente fotógrafa que evita toda espécie de compromissos, volta à Glasgow para o funeral de sua tia, Carol.  Órfã desde criança, ela foi criada por seus tios, que sempre a trataram como uma estranha. Depois de dois anos vivendo em Nova Iorque, Frankie entra novamente em contato com seu tio, Cameron (Tom Mannion), e com Cat (Laura Fraser), amante que ela abandonou quando a relação começou a ficar séria. Aparentemente bem resolvida, ela vive na ‘montanha-russa’ emocional. Bissexual, Frankie usa os homens apenas para o sexo, pois é com as mulheres que mantém relações amorosas.

A volta de Frankie perturba Cat, uma arquiteta que gosta de manter seus relacionamentos sob controle. Com a tendência de analisar os mínimos detalhes do comportamento das pessoas, Cat é sincera e leal, algo que atrai Sam (Heather Pearce, de “London’s Burning”), detetive de polícia, que ela conhece em um encontro arranjado. Cínica e engraçada, Sam não costuma esconder seus sentimentos, desarmando qualquer pessoa com sua honestidade. O problema é que ela espera receber o mesmo nível de sinceridade que oferece.

Com dificuldades em criar novas amizades, Cat mantém um pequeno círculo de amigos formado por Ed (James Anthony Pearson), Tess (Fiona Button) e Jay (Emun Elliot, de “Paradox”).

Ed é o irmão de Cat, um aspirante a escritor que atualmente faz qualquer tipo de trabalho temporário para pagar o aluguel. Sua vida amorosa é um desastre, pois está secretamente apaixonado por Tess, uma atriz em início de carreira. Sarcástica e autodepreciativa, ela sempre mantém relações com as mulheres erradas, que geralmente a tratam mal.

Jay, também arquiteto, é o sujeito alegre do grupo que, apesar da separação das duas, mantém sua amizade com Cat e Frankie. Mulherengo assumido, ele luta para manter-se fiel à namorada Becky (Cush Jumbo, vista em “Torchwood”). Mas o retorno de Frankie, sua parceira de bebidas e farras, o leva a retomar seus velhos hábitos.

Por fim temos Lou Foster (Roxanne McKee), apresentadora de um programa matutino da televisão. Dona de um humor instável, ela pode passar de um comportamento frívolo e encantador para uma postura irracional e egoísta. Atraindo facilmente a atenção dos homens, Lou mantém seus desejos por mulheres em segredo. Ela não gosta de saber que é lésbica, mas ao conhecer Tess, seus sentimentos passam a dominá-la.

O projeto da série foi anunciado em setembro de 2009 e o elenco foi divulgado em outubro. A produção é de Polly Williams (Hotel Babylon), Derek Wax e Matthew Read (Wallander) pela Kudos Film and Television em parceria com a BBC da Escócia.