Um personagem se assumirá gay em 90210

O seriado 90210 ganhou destaque da mídia graças a revelação de qual personagem assumirá que é gay na próxima temporada. A novidade e outros detalhes foram revelados pela produtora Rebecca Sinclair para o programa Entertainment Weekly.

O tenista Teddy, interpretado por Trevor Donovan (esse aí da foto), é o escolhido, e segundo a produtora, era essencial que o público simpatizasse com o personagem antes que sua verdadeira sexualidade fosse revelada, mas acredita que será um momento delicado na trama.

“Felizmente vivemos em uma época onde muitos adolescentes se sentem confortáveis com a própria sexualidade e são capazes de assumir durante os últimos anos do colégio ou até mesmo antes; mas não queríamos ignorar o árduo caminho que muitos jovens gays enfrentam para a auto-aceitação,” revelou Sinclair.

O seriado vai explorar o relacionamento de Teddy com outros homens, como a chegada de Kyle, um homossexual assumido e divertido segundo a produtora.

Trevor Donovan ficou surpresa com a novidade mas “se empolgou com a idéia de viver a jornada de um personagem que vai ter um grande significado para jovens gays e outros adolescentes que estão aprendendo a ser honestos com o que são e com o que sentem”.

A nova temporada de 90210 estreia dia 13 de setembro nos Estados Unidos.

Fonte

90210- Um personagem se revelará gay

ATENÇÃO! CONTÉM SPOILERS!

Depois de House, com Thirteen se revelando bissexual, mais uma série vai revelar um personagem homossexual durante os próximos episódios. E desta vez vai discutir o tema na adolescência.

O programa a dar este passo é 90210, refilmagem de Bevrely Hills 90210 (que ficou conhecida por aqui como Barrados no Baile), sucesso da década de 90.

De acordo com o site de entretenimento norte-americano TV Guide, a líder de torcida Christina Worthy, interpretada pela atriz Lauren London, vai se assumir gay em breve.

Quando episódios inéditos da série voltarem à telinha dos Estados Unidos, Christrina arruma uma namorada. A personagem nova, cuja atriz ainda não foi escolhida, vai ser bissexual.

Ah, se a moda pega…

Fonte: http://estrelando.uol.com.br/serie/nota/90210_lauren_london/_i_90210_i_lider_de_torcida_christina_se_revelara_i_gay_i-46463.html

Jason Priestley participará de 90210

Jason Priestley, Barrados no Baile, 90210, Brendon Walsh Séries TV

Pois é, Brendon está de volta. Quer dizer, o ator que interpretou o personagem na primeira versão de 90210, também conhecida como “Barrados no baile”, fará como seus ex-colegas de elenco e participará da nova versão, segundo o colunista da TV Guide, Michael Ausiello. Infelizmente, ele não voltará à série como ator, mas como diretor.
Porém, para os amantes de um revival, Shannen Doherty, que interpretava sua irmã gêmea na versão antiga, deve esticar sua participação por mais alguns episódios.

90210 estréia e já cria polêmica

Ah, esses americanos…

90210, a nova versão de “Barrados no Baile”, chegou para competir diretamente com Gossip Girl. Tudo bem que a série não vá ter lá muitas coisas relacionadas com a versão anterior, até porque os tempos são outros aquelas historinhas dos anos 90 só cabem mesmo, hoje em dia, em seriados “pré-adolescentes”. Mas, mesmo assim, tem coisas que ainda pertubam os americanos mais hipócritas “conservadores”, como uma cena exibida logo nos primeiros minutos do primeiro episódio, que indica sexo oral dentro do carro de Ethan, personagem do ator Dustin Milligan. A tal cena fez com que um grupo americano, que fica de olho nos programas televisivos, pedisse boicote por parte dos anunciantes e telespetadores.

O grupo, denominado The Parents Television Council (PTC), está muito preocupado com estas novas séries. Em menos de dez minutos de 90210 houve uma cena com uma forte conotação sexual. Há a insinuação de uma garota fazendo sexo oral em Ethan dentro do carro (que não é a sua namorada, Naomi, o que gera o enredo para o episódio). E é com este tipo de coisa que o PTC está preocupado.

Tim Winter, presidente da PTC, não poupou palavras à emissora CW. Em nota divulgada à imprensa norte-americana ele disse: “O canal CW violou abertamente, de propósito, explicitamente, os princípios dos negócios da indústria televisiva. Eles chocaram os telespectadores durante o ‘horário-família’. Uma estudante do Ensino Médio faz sexo oral no carro de seu namorado. É um soco na cara dos telespectadores e principalmente das famílias. Quem sintonizar o canal CW para ver 90210 deve pensar: ‘Hey, agora verei uma cena de sexo oral'”.

Lógico que o canal americano e a cabo CW respondeu rapidamente à declaração de Winter em alto e bom tom. Sobre o boicote dos anunciantes, ele disse que não há nenhum problema, pois todas as empresas que colocam dinheiro na série viu a tal cena antes de depositar a grana na conta da produtora responsável por Barrados no Baile. No final das contas, os anunciantes não acharam problema algum.

Para acabar com a sua curiosidade, a gente coloca a tal cena abaixo. Depois de tudo o que você leu, assista a tão falada cena (que, para mim, não tem nada demais, vê-se isso e coisa “pior” em qualquer novela das 8) e dê sua opinião: você acha que o PTC está exagerando?

No Brasil, 90210 foi comprada pelo canal Sony e será exibida em meados de novembro.

Enjoy!

http://heroi.uol.com.br/conteudo.php?id=1387

"90210", o novo "Barrados no Baile", estréia nos EUA; veja foto e trailer

Em 1990, a estréia de “Beverly Hills, 90210”, aqui no Brasil, “Barrados no Baile”, nos EUA (as duas versões têm o mesmo CEP no nome) fez o mundo enxergar a juventude da época de uma maneira singular. Nunca uma série de TV havia ido tão fundo nas angústias e reviravoltas do universo adolescente.

Agora, 18 anos depois, “90210”, o spin-off (série derivada), promete fazer barulho, mesmo que não cause o mesmo impacto. Afinal existem várias séries que abordam alguns aspectos do universo adolescente com propriedade, como “Gossip Girl” e “One Tree Hill”.

O cenário é o mesmo, Beverly Hills e o West Beverly Hills High School. Até a inconfundível trilha de abertura está lá, um pouco repaginada. Assim como está um pouco diferente o jornal no qual trabalharam Brandon e Andrea, o “Blaze News”, que terá um novo aspirante a jornalista para comandá-lo. Mas as semelhanças não param por aí.

Antes x Depois
O mote da série também é semelhante. Em 1990, tudo começa com a chegada da família Walsh a Beverly Hills, vindo de Minnesota. Agora quem está de mudança são os Wilson, que chegam do Kansas. Na primeira versão, os Walsh eram o pai, Jim (James Eckhouse), a mãe, Cindy (Carol Potter), e os gêmeos Brenda (Shannon Doherty) e Brandon (Jason Priestley). Desta vez a família Wilson é composta por Harry (Rob Estes), Debbie (Lori Loughlin) e os irmãos Annie (Shenae Grimes) e Dixon (Tristan Wilds), este adotado.

A adaptação ao universo de riqueza e status de Beverly Hills não é nada fácil para os irmãos Wilson, coisa que os Walsh também enfrentaram. Mas o motivo da mudança dos Wilson é sério: Tabitha (Jessica Walter), mãe de Harry, é uma ex-atriz que está sofrendo com o alcoolismo. Vale lembrar que Jackie Taylor, mãe de Kelly (Jennie Garth) na primeira versão, também viveu problemas com álcool e drogas. Ela era ex-modelo.

Voltando ao colégio: os demais alunos que farão parte da turma dos irmãos Wilson são Naomi Clark (AnnaLynne McCord), uma patricinha bem ao estilo Kelly Taylor da versão de 1990, que é namorada de Ethan Ward (Dustin Milligan), o candidato a Dylan McKay (Luke Perry) da vez.

Um nome que intriga os estudantes é o de Erin Silver, uma garota que faz a própria série de TV na Internet. Ela é a meia-irmã de David e Kelly, filha do pai dele com a mãe dela.

O papel da jornalista pobre e judia Andrea (Gabrielle Carteris) agora é de garoto, Navid Shirazi (Michael Steger), que, ao contrário dela, é rico, descendente de árabes e adepto da Cientologia. Se para você ficou a impressão de estar faltando alguém, sim, é verdade. Onde estão os novos Donna e Steve? Por enquanto, nem sinal deles, é preciso esperar mais episódios para saber se eles vão entrar na trama ou não.

Participação especial
Donna Martin (Tori Spelling) pode não ter alguém para substituí-la por enquanto, mas está no elenco como “ela mesma”, ou seja, a dona de uma butique em Beverly Hills. Outras ex-“Barrados” que dão o ar da graça nesse spin-off são Kelly Taylor, a patricinha que se tornou conselheira educacional do própria escola onde estudou, e Brenda, em uma participação especial no primeiro episódio.

A série promete abordar vários temas polêmicos como em 1990. Ao que tudo indica, até romance entre aluno e professor vai acontecer. Vale ficar de olho em Ryan Matthews, que certamente vai se envolver com uma aluna. As chances de serem Silver, meia-irmã de David e Kelly, são grandes.

A série ainda não tem previsão de estréia no Brasil. Mas prometemos um review “as soon as possible”!

Por enquanto, divirta-se com o trailer:

http://televisao.uol.com.br/ultnot/2008/09/02/ult4244u1351.jhtm