Spooks – Traitor’s Gate (S01E04)

Bush vai a Londres e uma série de protestos acontecem. Um dos espiões está infiltrado na multidão, mas acaba cometendo um erro bobo e é quase linchado, não fosse a agilidade do serviço secreto. O cara que começou a confusão com o espião vem a ser Peter Salter (participação de Anthony Head), uma “lenda” no MI-5 e quando é detido, fica a dúvida: libera o prende o cara. O bom senso fala mais alto e o cara é liberado.

E a novela de Tom continua. Sua mulher está pressionando cada vez mais para saber sobre seu verdadeiro trabalho. E ele acaba contando a verdade. O que acaba sendo pior, pois ela agora quer saber tudo em detalhes.

Zoe e Danny são chamados pelo chefe. Ele diz que Peter Salter nunca esteve na manifestação, mas eles continuam “investigando” e descobrem que foi ele quem recrutou Tom. Eles o chamam para querer saber o motivo de um agente estar infiltrado sem que os outros saibam.

Tom vai saber com Harry os motivos e ele diz que está em uma operação. Ele exige então que Peter passe para seus cuidados. Então Harry lhe conta do que se trata: um anarquista está se preparando para atacar durante a visita de Bush. Tom não entende o motivo de ter sido deixado de fora da operação, e Harry responde com um nome: Jools Siviter (particupação de Hugh Laurie).

Acontece que o tal suspeito seria de responsabilidade da MI-6, ou seja, de Jools, que se recusa a colaborar com a MI-5. Para completar, Jools anda espionando Peter Salter e a namorada, que está ligada aos anarquistas.

Peter acaba descobrindo as escutas e as destrói (o que não é uma coisa muito comum de um agente fazer, eu acho…).

Tom vai ao encontro de Peter, que não parece estar muito comprometido com o caso, estando mais interessado na garota que ele deveria usar no disfarce. Com isso, Tom acaba suspensendo-o da operação. Ou pelo menos tentando. Ele o coloca em um hotel e manda Zoe e Danny vigiar. Só que Peter Salter é muito mais esperto do que eles!

Como o planejado, Peter vai om a mulher até o acampamento dos anarquistas. Lá ele entrega ao líder um CD com informações importantes e eles lhe contam o plano para a visita de Bush. Ele diz ter um plano melhor e, para isso, decide que deve invadir uma universidade, entrar no sistema e alterar o mapa geográfico de uma região, o que o faz ser pego pela polícia.

No escritório, Jools está uma fera por causa do plano fracassado e discute feio com Tom e Harry. Claro que a culpa acaba caiondo sobre Danny e ele é “castigado” por Harry.

Tessa marca um encontro com Zoe sob o nome de um agente que não existe e lhe oferece dinheiro para ficar de boca fechada. E ela aceita.

Tom é levado para ser interrogado, mas não colabora muito com Tom, dando informações cruzadas. Mas é só Tom falar da garota que Peter começa a falar. Até que ele toma uma medida desesperada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s