Fringe – Bound (S01E11)

Walter está no laboratório drogando uma lagarta com LSD e Peter percebe que isso virou uma coisa normal em sua vida (adoro esses dois!). Nisso chega Astrid avisando que Olivia sumiu.

Olivia, por sua vez, está amarrada e sendo levada em uma maca por um mascarado. Parece que ela será cobaia de algum experimento bizarro. Um dos caras (que descobrimos ser Mitchell Loeb) injeta algo em sua coluna. Quando ele acaba e sai, Olivia pede água para os que ficaram e consegue escapar. Ela rouba umas amostras e um carro e se manda. No caminho, liga para Broyles, pedindo reforços. Quando eles chegam e ela vai dar as direções do prédio que devem invadir, eles a tratam como uma fugitiva e atiram nela!

No hospital, ela percebe o que está acontecendo: Sanford harris, um agente que ela havia condenado por agressão teve a tal condenação anulada e ele agora faz o departamento duvidar da sanidade de Olivia, visto que ela anda com Walter, Peter e era amante de John Scott.

No escritório, Francis diz a Olivia que eles foram prédio que ela indicou e que não havia nada lá. E no celular que ela roubou, também. Nem digitais, nada! Elee então avisa que sua irmã está lá e ela vai encontrá-la. Rachel e a filha pedem para passar a noite na casa de Olivia e ela marca de pegá-las mais tarde.

Então ela liga para Peter e leva ele e Walter até o lugar onde ela escondeu a amostras. Walter diz que é possível identificar do que se trata.

Na faculdade de Boston, um professor está dando uma palestra quando tem um ataque e morre. E logo depois sai de sua boca uma lesam gigante nojenta, um ser que fica rastejando e causando pânico entre os estudantes. Olivia e a turma são chamados para investigar e conseguem capturar a lesma, que Walter leva para o laboratório para investigar.

Broyles vai tomar satisfações sobre o que o tal agente fez com Olivia e ele acha que está certo.

Conversando com a assistente do professor, Olivia descobre que, além dela dormir com ele, o cara tinha acabado de receber uma proposta de trabalho do CDC e estava prestes a se mudar para Atlanta. E, junto com ele, um professor de Cambridge também recebeu a oferta e Olivia quer investiga um pouco mais, pois ela acha que algum tipo de epidemia está prestes a ser disseminada. Ela vai interrogar o segundo candidato à vaga e pretende lhe dar custódia protetora. Quando está saindo do escritório, encontra com Mitchell que diz que vai cuidar do caso do seu sequestro (comofas???).

Harris chama Olivia para dizer que não aprovou a proteção para o professor. Ela insiste e ele diz que vai mantê-lo seguro.

Walter descobre que a coisa que matou o professou “entrou” nele sengo ingerida. Enquato isso, Mitchell dá um copo d’água para o outro professor, que morre do mesmo jeito, sufocado pelo vírus gigante nojento.

Loeb para para falar com Olivia no escritório e ela reconhece os sapatos que ele estava usando no dia do sequestro (será que ele só tem um par de sapatos?). Ela conta para Francis e pede ajuda para provar que está certa. Francis, por sua vez, pede ajuda a peter para pôr um grampo no telefone de Loeb.

Olivia vai até a casa dele conversar com a esposa. E, graças ao grampo de Peter, Francis descobre que ela pretende matar a agente.

Eles conseguem pegar Loeb, que fica revoltado quendo descobre que sua esposa está morta. Segundo ele, Olivia não faz idéia do que fez matando-a.

E Walter continua shipando Peter e Olivia. Adoro!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s