Bones – The Blonde in the Game (S02E04)

Curiosidade: Esse episódio foi dirigido por Bryan Spicer, diretor do filme dos Power Rangers!

Bones é chamada por causa de um cachorro que encontrou um osso. Na verdade, o osso de um braço (com a mão e tudo). Booth tenta pegar o osso do cachorro, mas não consegue. Cabe à Bones tirar o cãozinho do lugar para chegar perto do corpo (e ela diz que, se tivese um animal de estimação, seria um porco. Muito Bones!).

No laboratório, os indícios da morte levam a crer que e mulher tenha sido mais uma vítima de Howard Epps (serial killer que já apareceu no 1×07, naquele episódio que Bones e Booth o impedem de ser executado).

Angela chega toda animadinha e Hodgins a cumprimenta todo alegrinho (eu shipo!).

Booth vai interrogar o cara. E a gente, mais uma vez, percebe o porque de Bones ter quebrado o braço dele. Ele começa a jogar com Booth e diz que a resposta para o que Booth procura está bem na frente deles e só falará na presença de Bones.

Bones descobre que um dos ossos dos restos não pertence ao corpo e vão falar com o cara, que continua não colaborando muito, falando em códigos e provocando Bones de todas as maneiras.

Hodgins e Bones conseguem decifrar uma das charadas de Epps e colocam o pedacinho do osso que não percence ao corpo em contato com amônia, o que revela uma marca. Hodgins começa a viajar, achando que ele faz parte de algum tipo de conspiração, blá blá blá e Zack diz que o tal símbolo é o símbolo de uma mina. E lá vão eles procurar mais um corpo em uma mina, possivelmente perto de uma cruz de pedras.

Lá está o corpo, mas que parece não ter mais de uma semana. Como Epps está preso há sete anos, alguém está cometendo os crimes para ele.

As suspeitas começam a cair sobre a esposa de Epps, Caroline, e Booth vai interrogá-la. Ela parece confusa e diz que o marido é inocente.

 Camille encontra uma medalha de Sta Agnes junto à vítima. Bones a guarda e Booth identifica cono sendo de um colégio de freiras. Ele vai até lá falar com uma das freiras, que identifica a medalha como sendo de uma das meninas que está sumida há três dias.

Vasculhando os registros e Epps é descoberto que ele recebeu seis cartas de uma pessoa de um determinado endereço. Booth e Bones vão até lá, mas descobrem que o tal endereço corresponde a um terreno baldio.

Bones está desesperada, pois percebe que Epps está no controle e Angela vai aconselha-lá, dizer que ele está agindo como um namorado e que ela deve dar um jeoito de assumir o controle da relação (adoro os conselhos de Angela).

Angela então é mandada para conversar com Caroline e ver o que consegue descobrir. Ela descobre que a mulher entregou uma mensagem em uma caixa de correio. Porém, quando Booth vai até o lugar, descobre que o dono da caixa de correio é paralítico.

Eles parecem ter voltado à estaca zero. Mas acabm descobrindo que o culpado pode ser o carteiro , que passa por pontos específicos em sua rota. E, olha só que surpresa! O carteiro é o dono daquele cachorro que encontrou o corpo no começo do episódio. E lá vão Booth e Bones atrás do cara (e Booth ameaçando o cachorro com a arma chega até a ser engraçado!). Nada do cara, mas eles não desistem. Graças a Hodgins eles descobrem onde a garota pode estar – e com vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s