Mental – Lines In The Sand (S01E11)

E a paciente da semana é a Becky (um pouco cedo para ela aparecer, na minha opinião). Ela vê um cara, que ela não consegue dizer quem é, mas que a assusta muito. Jack chama os pais para verem a filha e a gente percebe que Jack tem uma relação difícil com o padrasto, que era das forças armadas (ai meu Deus! Será que eles não vão parar mais de fazer de Jack uma cópia de House?). Voltando à Becky, ele decide transferí-la para uma outra clínica.

No hospital, uma mulher vai procurar ajuda para seu marido que, após voltar da guerra, ficou meio estranho, construiu uma maquete do campo de batalha e um dia amanheceu querendo atirar no próprio filho. Quando a mulher chegou, ele atirou na própria mão. Já internado, ele se recusa a ver ou falar com todo mundo, mas Jack vai até lá tentar alguma coisa. Ele pede ao paciente para relatar suas memórias de quando estava na guerra e foi ferido.
Jack vai até sua casa e tira várias fotos da maquete. Depois, as espalha pela parede e os dois juntos vão tentar entender o que houve para que o paciente ficasse desse jeito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s