A bit of Fry and Laurie – S01E04

Na primeira esquete, Hugh é um menino de 15 anos (!) que é chamado pelo seu professor para discutir um poema que ele acha meio… inadequado. As tiradas do Fry são hilárias (“I’m an English teacher, not a homosexual.” ou “Oh, your silence tells me everything. I am an unhappy bubble of anal wind.”).

Hugh está em um restaurante e começa a sentir uns cheiros estranhos e Fry é o garçom que tenta contornar a situação. No meio da esquete, um cara da platéia levanta e começa a dizer que a esquete é dele, que foi ele que escreveu. Eu já disse isso uma vez, e não canso de repetir: adoro House, mas prefiro o Hugh Laurie fazendo comédia. Ele é hilário!

Fry emenda na esquete mais engraçada do episódio, que começa com uma informação muito importante: “Every day in Britain, more than 10 million people are mad”, e continua: “That’s the disturbing conclusion in a report just published called ‘Is Britain Turning into a Nation of Mad People?'”. E uma psiquiatra é chamada para discutir o assunto. Segundo ela, o grau mais alto de loucura é daquelas pessoas que vão ao teatro.

E, na esquete seguinte, o cara que teve as idéias roubadas se manifesta de novo. E o Hugh aparece de mulher (já disse que ele é a mulher mais feia do mundo?), eles tiram sarro daqueles programas ruins, em que os atores não sabem interpretar (tipo atores da Malhação ou o cigano Igor, sabe?).

O musical fica por conta do impagável “The Bishop and The Warlord” e seu Bitch On Heat!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s